518 – Morte.

Morte

Eu sou um dos que mais faz isso. Não necessariamente estou dizendo que é errado banalizar a morte para uso coloquial. Acho importante até. É bom não ter que preocupar em morrer.

Só não é todo mundo que pode fazer isso, né.